15 julho 2012

PROMOÇÃO: Pollyanna - Eleanor H. Porter

Hello, people!
Como prometido, aqui estou eu pra lançar mais uma promoção em parceria com a Editora Martin Claret. O livro que será sorteado desta vez é Pollyanna, de Eleanor H. Porter (clique aqui para ler a resenha).


Para participar, é muito simples. Siga o blog clicando em participar deste site (você pode seguir com a conta do Twitter) e preencha esse formulário com o seu nome completo, nome de seguidor e e-mail.

Quer mais chances? Tudo bem! As chances extras são essas:
• Comentar na resenha (preencha mais uma vez o formulário);
• Seguir o @shakingwords e/ou a @EdMartinClaret (preencha uma vez o formulário para cada twitter seguido);
• Curtir as páginas do Sacudindo Palavras e/ou da Editora Martin Claret (preencha uma vez o formulário para cada página curtida);
• Divulgar a frase promocional no Twitter e/ou no Facebook: "O @shakingwords, em parceria com a @EdMartinClaret, vai me dar "Pollyanna", de Eleanor H. Porter! http://grem.io/Yvh". (preencha uma vez o formulário a cada divulgação);

A promoção é válida até o dia 14/08 e o resultado será postado no dia 15/08. O sorteio será feito no Random.org. Entrarei em contato com o ganhador através do e-mail sacudindopalavras@live.com, solicitando o endereço para o envio do livro. O sorteado terá até quatro dias para responder ao e-mail. Caso não responda nesse prazo, farei outro sorteio.

*

Aproveitando o ensejo, quero convidar a todos vocês para participarem dos sorteios de aniversário de um ano do Gurias Arretadas. São três kits imperdíveis!
Quero ver todo mundo participando tanto da promoção Pollyanna como dos sorteios de um ano de Gurias Arretadas!
Um abraço da @ericona.
Até mais ver!

07 julho 2012

Resenha: Pollyanna - Eleanor H. Porter

Título: Pollyanna
Autora: Eleanor H. Porter
Editora: Martin Claret
Nº. de páginas: 192

Pollyanna é uma história sobre o amor, a amizade e, sobretudo, sobre o surpreendente poder de transformação que as crianças e os adolescentes podem ter sem que percebam.
Uma otimista incurável, Pollyanna não aceita justificativas para a tristeza e dedica-se com afinco a ensinar a todos o caminho da superação das adversidades.

Acredito que não seja possível ler esse livro sem se encantar pela sua estória, mas, principalmente, pela personalidade cativante da menina que dá nome ao livro, Pollyanna. A menina perdeu sua mãe quando ainda era muito criança, e, poucos anos depois, também perdeu o pai, pastor de uma igrejinha provinciana. Depois da morte do pai, ela vai morar em Beldingsville, com a sua única parente viva, a tia Miss Polly Harrington, uma senhora de mais ou menos quarenta anos, solitária e avinagrada.
Pollyanna, uma pequena de maneiras agradáveis, coração bondoso, irradiava alegria por onde passava. Conquistou rapidamente o apreço de todos na cidade, por sempre se mostrar disposta a ajudar o próximo e a invariavelmente mostrar aos outros que há sempre uma razão para se ficar contente, mesmo em meio às dificuldades da vida - este era o "jogo do contente", que o pai lhe ensinara em uma determinada ocasião.
Pollyanna, com o seu jogo do contente, ajudou a transformar a vida de praticamente todos os moradores da cidade de Beldingsville; por essa razão, quando um acontecimento trágico acontece na vida de Pollyanna, toda a cidade se compadece e se entristece ao saber que a menina não consegue encontrar mais nenhum motivo para ficar feliz.
E é então que a menina, que ajudou a tanta gente a ser mais feliz e a ver a vida com os olhos mais otimistas, também é auxiliada por todos que a amam num momento tão delicado de sua existência.
Pollyanna é uma personagem tocante. Reconheço que seja dificílimo encontrar alguém extremamente contente e otimista quanto Pollyanna, ainda mais nos tempos difíceis e poucos esperançosos nos quais vivemos hoje, porém, acredito que, se formos ao menos um pouquinho como Pollyanna, tentando sempre ver um lado bom nas coisas que acontece na nossa vida, buscando sempre uma razão para se alegrar, para sorrir, a vida se tornaria consideravelmente mais leve e mais fácil de ser vivida.
Indico Pollyanna àqueles que apreciam livros que contam estórias bonitas e que passam uma mensagem de superação e de otimismo.

Erica Ferro

*

Olha só quem apareceu!
Cá estou eu tecendo comentários sobre mais um livro que recebi da Editora Martin Claret. Realmente apreciei e me encantei com a leitura de Pollyanna. Só lamento não ter lido antes, quando era criança/adolescente, afinal é um clássico infanto-juvenil. Mas, se você, como eu, também não leu esse livro quando era mais novinho, sempre é tempo de ler. Sim, é um livro do gênero infanto-juvenil, mas com o poder de encantar gente de todas as idades.
(...)
Gostaram da resenha? Ficaram com vontade de ler o livro? Então fiquem ligados, pois muito em breve terá sorteio do livro Pollyanna aqui no Sacudindo Palavras!
(...)
Sigam o @shakingwords e curtam a página do blog.
(...)
Um abraço da @ericona.
Até mais ver!