25 outubro 2012

Sou emoções


Transmuto agonia em poesia
Rimo amor com dor
Sofro pela morte de uma flor

Meu poema é torto
O amor que sinto é louco

Eu não tenho nome
Eu não tenho idade
Eu não tenho rumo certo

Eu vivo indo e vindo
Vindo e indo

Sem nexo
Sem definições
Só emoções

Sou emoções

(Erica Ferro)

* * *

Faz mais de um mês que postei pela última vez aqui. Isso é um absurdo! Não vou me justificar. Okay, direi apenas que não tenho postado porque tenho ficado muito ocupada estudando para o ENEM, mas também é por causa da minha mania de procrastinar. Explico: quando tenho uma ideia pra um post, digo a mim mesma: "mais tarde eu posto". E acabo não postando. Passavam-se dias e o blog continuava às moscas. Well, nunca mais tinha postado meus pseudos poemas aqui, então hoje tive uma súbita inspiração e resolvi aproveitá-la. Tenho algumas ideias pra posts, por isso prometerei a mim mesma postar aqui muito em breve.Fiquem bem. E continuem comigo nesse cantinho devaneado da @ericona.Hasta!